Escolha uma Página


Você se lembra do tempo em que era criança? Há uns dias atrás, entre amigos, recordamos alguns momentos da nossa infância. Qual era a brincadeira preferida? O aniversário inesquecível? Qual passeio ou viagem foram muito especiais? Qual foi a grande traquinagem que aprontamos? Rimos juntos das histórias que contamos ali. Lembrar da infância geralmente traz boas lembranças. Era uma época de inocência, não conhecíamos o orgulho, nem a arrogância. A criança é simples, humilde, e por ter pouca ou quase nenhuma experiência, ela é ensinável.

Depois de refletir sobre isso entendi melhor o que Jesus quis dizer na passagem de Lucas 18.16: “Jesus chamou a si as crianças e disse: ‘Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes a elas. Digo-lhes a verdade: Quem não receber o Reino de Deus como uma criança nunca entrará nele’”.

Os pequeninos não duvidam, não tem medo de se entregar, não confiam em sua própria inteligência e não se fazem independentes.

Quando subiu ao trono, Salomão devia ter aproximadamente 20 anos. Ele era jovem e inexperiente, mas humilde o bastante para reconhecer isso. Ele era ensinável e queria aprender com o Grande Rei. “Ó Senhor, meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai; não passo de uma criança, não sei como conduzir-me… Dá, pois, ao teu servo coração compreensivo para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal, pois quem poderia julgar a este grande povo?” (1Reis 3.7-9)

Jeremias também era novo quando recebeu o chamado para ser profeta. Ele disse: “Ah, Senhor Deus! Eis que não sei falar, porque não passo de uma criança.” (Jeremias 1.6).

Algo me diz que é desses que Deus gosta – “o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes às crianças”. Quando o homem deixa de lado todo orgulho e arrogância que adquire ao longo da vida e se coloca diante de Deus como uma criança, Deus não resiste e faz dele uma grande pessoa! Salomão foi o homem mais sábio de Israel. Jeremias foi um grande profeta e sacerdote, que cumpriu sua missão com coragem e determinação em uma das épocas mais difíceis para o seu povo.

“Deixem vir a mim as crianças”. O melhor lugar para uma criança estar é perto de Jesus, ainda que essa criança seja você mesmo.

Não deixemos que a idade adulta leve embora o brilho e a humildade da criança que existe em cada um de nós. Sejamos como Davi que, como criança, aprendeu a se entregar completamente a Deus:

“Senhor, o meu coração não é orgulhoso e os meus olhos não são arrogantes. Não me envolvo com coisas grandiosas nem maravilhosas demais para mim. De fato, acalmei e tranquilizei a minha alma. Sou como uma criança recém-amamentada por sua mãe; a minha alma é como essa criança. Ponha a sua esperança no Senhor, ó Israel, desde agora e para sempre!” Salmo 131