Escolha uma Página

 “Mas Deus o ressuscitou dos mortos, rompendo os laços da morte, porque era impossível que a morte o retivesse.” (Atos 2.24).

Você sabe de quem este texto está falando? Não é de Moisés, aquele grande homem que conduziu o povo israelita para a Terra prometida. Também não é sobre Paulo, o homem que passou de fariseu a apóstolo e fez grandes viagens missionárias em sua época. Também não é sobre Davi, o rei que era segundo o coração de Deus. Esse texto também não é sobre Gandhi, Allan Kardec ou Maomé. Todos estes morreram e seus corpos sofreram decomposição, viraram pó. A morte chegou para todos, menos para um.

Saúde, dinheiro, prosperidade… essas coisas qualquer um pode conseguir e muitas religiões fazem “propaganda” destes itens para atrair seguidores. Mas quem é que, uma vez morto, consegue ressuscitar? Quem desafiou e venceu a morte, rompendo seus laços? Foi Ele, o único – Jesus Cristo, filho de Deus. “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá” (João 11.25).

Muitas religiões podem te dar uma “boa vida”, mas somente Jesus pode fazê-lo vencer a morte, como Ele fez. Essa é a essência do cristianismo. Se você não deseja isso mas deseja todas as outras coisas, não me leve a mal, mas seu cristianismo é raso. Peça a Deus para ampliar a sua visão, enxergue além dessa vida.

Se o cristianismo serve somente para você, não é cristianismo. Deus nos leva a ter compaixão por outros como Ele teve por nós. “Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo o que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna” (João 3.16).

 Você que é mãe ou pai deve imaginar o tamanho do sacrifício que seria dar o seu filho por alguém. Agora imagine entregar o seu filho por alguém que não merece. Foi isso o que Deus fez, esse é o tamanho do amor dEle por nós. “Dificilmente haverá alguém que morra por um justo, embora pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores” (Romanos 5.7-8).

Esse é o meu Deus – Ele está vivo! “Ele acabou com o poder da morte e, por meio do evangelho, revelou a vida que dura para sempre” (2Timóteo 1.10).

Lembre-se disso: os que crêem nele, ainda que morram, viverão eternamente. De que lado você está?

Aline Cândido