Escolha uma Página

As praias aqui tem nomes curiosos. A praia da Sepultura tem esse nome porque dois escravos brigaram e um deles acabou morrendo e sendo enterrado na praia. A praia Bombinhas recebeu este nome porque os colonos disseram que o barulho das ondas quebrando na praia lembrava bombinhas.

Enfim, último dia para curtir a praia, decidimos ficar em Bombinhas mesmo. Bombas e Bombinhas são praias mais extensas e costumam ficar cheias pois concentram boa parte das pousadas. No geral achei as praias de Bombinhas bem família. É claro que tem muitos jovens, muitos argentinos, mas o que mais se vê na areia são crianças lourinhas e suas famílias. Uma graça.

Em Bombinhas, na maioria das praias, tem várias atividades náuticas. Já citei anteriormente o pedalinho, caiaque, mergulho e tem também passeio de barco, banana boat, jet ski, wakeboard, parasailing, entre outros.

À tarde fomos para Balneário Camboriú – eu tinha recebido uma dica para ir ao teleférico no Parque Unipraias e lá fomos nós. Levamos duas horas pra percorrer 30 km e adivinha? Chegamos ao teleférico 5 minutos depois que a bilheteria fechou! Além do trânsito já esperado pra sair de Bombinhas, pegamos o maior trânsito em Balneário! Só de raiva não tirei nenhuma foto! Humpf!