Escolha uma Página

Saímos de Santa Barbara sexta-feira de manhã rumo a Las Vegas. Pedi pro Gui desviar o caminho para pegarmos um pedaço da Rota 66, a lendária estrada que cruza os EUA de Chicago a Los Angeles.

Pegamos a Rota 66 de Victorville até Barstow, um trecho com cerca de 50 km de extensão. Que decepção! Cadê as cabeças de gado a beira da estrada? E os motoqueiros em suas Harley Davidson? Não vimos nada disso… nem placas da Rota 66 tem mais porque agora essa estrada chama-se National Trails Highway. Pelo menos deu pra tirar foto da sinalização do chão.

A Freeway 15 (que é o caminho mais usual pra quem vai a Las Vegas de carro partindo de Los Angeles) tem paisagens mais interessantes – o que se vê é um grande deserto por todos os lados durante kilômetros e kilômetros, é o Deserto de Mojave.

De repente aparece Las Vegas, a maior cidade do estado de Nevada, com suas construções gigantes e majestosas. Tudo é muito grande e colorido, e à noite tudo tem luz! É uma cidade louca, impressionante mesmo.

A rua principal é a Las Vegas Boulevard, mais conhecida como Strip. É onde ficam os principais hotéis com seus cassinos luxuosos.

Hotéis Wynn e Encore

Hotel Palazzo

Shopping The Forum Shops

Hotel Trump

Hotel Treasure Island

Hotel Stratosphere – no topo da torre tem alguns brinquedos de parque de diversões. Uma das atividades é saltar do 108º andar! Alguém se habilita?

Las Vegas Boulevard – a rua Strip

Hotel Caesars Palace

Hotel Bellagio – lembram do filme Onze homens e um segredo? Esse era um dos cassinos-alvo do roubo no filme.

Complexo City Center – aqui tem hotéis, shopping, prédios residenciais… é uma cidade.

Loja da Harley Davidson na Strip

Um dos cassinos dentro dos hotéis

Máquinas caça-níqueis

Ficamos hospedados no hotel The Mirage. São três torres interligadas com pouco mais de 3.000 quartos. Como a maioria dos hotéis, tem um cassino no térreo, uma porção de restaurantes, lojas e uma grande piscina. Abriga também um dos espetáculos fixos do Cirque du Soleil em Las Vegas, o LOVE (The Beatles). Vamos assisti-lo, então escreverei sobre ele em outro post.

Hotel The Mirage – visto de cima

Esse é o corredor dos quartos – não parece que tem espelho no fundo? Não tem não, o corredor é extenso mesmo.

O quarto do Mirage

Uma coisa interessante sobre os hotéis de Las Vegas é que o frigobar dos quartos possui sensores. Cada vez que você tira um produto do frigobar ele é automaticamente contabilizado, mesmo que você mude de idéia e não queira mais aquele produto você pagará por ele.

Em Las Vegas é tudo tão grande que veja só:  fomos jantar no Cheesecake Factory, um restaurante que fica no shopping ao lado do nosso hotel (ao lado mesmo, é o prédio mais próximo); marcamos a distância do restaurante até o nosso quarto e deu 1,3 kilômetros! Haja perna pra andar em Las Vegas!