Escolha uma Página

Você já leu a passagem de quando Jesus chamou os primeiros discípulos?

Jesus estava andando pela beira do lago da Galiléia quando viu dois irmãos que eram pescadores: Simão, também chamado de Pedro, e André. Eles estavam no lago, pescando com redes. Jesus lhes disse: – Venham comigo, que eu ensinarei vocês a pescar gente. Então eles laragaram logo as redes e foram com Jesus. (Mateus 4.18-22)

Lendo esse texto parece que Pedro, André, Tiago e João eram um bando de malucos desocupados que “do nada” resolveram seguir a Jesus.
Você deixaria sua família e seu trabalho para seguir alguém que mal conhece? Provavelmente não. E realmente não foi isso que aconteceu.

Mateus quando escreveu, já tinha o contexto na cabeça e só queria deixar registrado “o chamado” dos primeiros discípulos. Mas Lucas, que era historiador (e não era judeu) investigou e nos contou a história com detalhes, tim tim por tim tim.

Certo dia Jesus estava na praia do lago da Galiléia, e a multidão se apertava em volta dele para ouvir a mensagem de Deus. Ele viu dois barcos no lago, perto da praia. Os pescadores tinham saído deles e estavam lavando as redes. Jesus entrou num dos barcos, o de Simão, e pediu que ele o afastasse um pouco da praia. Então sentou-se e começou a ensinar a multidão. Quando acabou de falar, Jesus disse a Simão: – Leve o barco para um lugar onde o lago é bem fundo. E então você e os seus companheiros joguem as redes para pescar.

Simão respondeu: – Mestre, nós trabalhamos a noite toda e não pescamos nada. Mas, já que o senhor está mandando jogar as redes, eu vou obedecer.

Quando jogaram as redes na água, pescaram tanto peixe, que as redes estavam se rebentando. Então fizeram um sinal para os companheiros que estavam no outro barco a fim de que viessem ajudá-los. Eles foram e encheram os dois barcos com tanto peixe, que os barcos quase afundaram. Quando Simão Pedro viu o que havia acontecido, ajoelhou-se diante de Jesus e disse: – Senhor, afaste-se de mim, pois eu sou um pecador! 

Simão e os outros que estavam com ele ficaram admirados com a quantidade de peixes que haviam apanhado. Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão, também ficaram muito admirados. Então Jesus disse a Simão: – Não tenha medo! De agora em diante você vai pescar gente. 

Eles arrastaram os barcos para a praia, deixaram tudo e seguiram Jesus. (Lucas 5.1-11)

Você deve conhecer a fama de Pedro, um homem teimoso e rude. Quando Jesus pediu a ele que jogasse as redes para pescar, ele bem que poderia ter respondido: “- Fala sério, Jesus, você é marceneiro, o que entende de pescaria? E além do mais, eu já lavei as redes, já guardei tudo, encerrei por hoje”.
Mas Jesus não era mais um desconhecido para Pedro. Ele assistiu de camarote enquanto Jesus ensinava as multidões (Jesus estava no barco de Pedro). Alguma coisa em Jesus fez com que Pedro confiasse plenamente nele (ninguém sabia que Jesus era Deus, apenas percebiam que ninguém falava como ele!).
E então Pedro responde a Jesus: “- Nós trabalhamos a noite toda e não pescamos nada. Mas, já que o senhor está mandando jogar as redes, eu vou obedecer.”

Dá pra ver submissão e obediência nas palavras de Pedro. Ele encontrou um mestre, alguém em quem confiar, buscar direção.

A palavra OBEDECER está riscada da vida de muitos cristãos hoje em dia. Por quê? Orgulho? Vaidade? Deus instituiu lideranças para o nosso bem. Não é bom confiar e agir seguindo uma direção? Todo mundo precisa de um líder, alguém que seja 100% cristão e que tenha sabedoria divina.

O resultado da obediência de Pedro nós vemos a partir do versículo 6: bênçãos em abundância, experiência com Deus, arrependimento, mudança de vida!

E você, tem um líder pra chamar de seu? Deus tem guiado sua vida por meio dele?

Aline Cândido