Escolha uma Página

As escrituras providenciam um incentivo muito prático para as esposas de maridos não-salvos:
– Ganhá-los sem palavras. Não pregue a um marido incrédulo. Ele não pode entender verdades espirituais (2Co4.4;1Pe3.1-4). A regeneração é um trabalho do Espírito Santo. Deus deseja que todos se arrependam (2Pe 3.9).
– Cultivar um espírito manso e gentil. Uma esposa salva, algumas vezes, não concorda com o marido não-salvo. Você pode não concordar, mas isso nunca deve ser motivo de discórdia. Evite agitação e grosserias. Concentre-se em ser a melhor esposa possível. Relaxe e sinta-se bem com seu marido. Não o condene. Reflita o amor de Deus por meio de seu caráter puro e generoso em relação a ele.
– Seja submissa em amor. Demonstre amor e respeito por seu marido. Entretanto, a submissão não exige que você concorde em se comprometer com atitudes pecaminosas nem em viver com medo (2Tm 1.7). Caso seu marido maltrate você ou seus filhos de maneira perigosa, procure a proteção das autoridades.
– Ore pela salvação de seu marido. Enquanto a salvação dele não é garantida, sua Fé e orações agem como elemento catalisador, obstruindo a atuação de Satanás e abrindo o coração de seu marido para o Espírito Santo (At 16.31).
A Bíblia da mulher
Enviado por Karina Nascimento