Escolha uma Página

Recentemente pesquisadores descobriram 15 novas espécies de aves na Amazônia. Há alguns anos se a ave encontrada fosse fisicamente diferente das outras era considerada uma espécie nova. Hoje em dia outros critérios “menos visíveis” como sons e canto diferentes são suficientes para diferenciar e catalogar novas espécies.

Que Deus é esse que cria milhares de espécies de aves com infinitas variações de tamanho, forma, cores e sons? Só no Brasil catalogaram até hoje cerca de 1840 espécies (e pelo jeito ainda há outras aves a serem descobertas).

O Deus que caprichou nos detalhes de toda a Criação é o mesmo que deu ordens específicas a Noé para construir a arca:

“Faça uma arca de madeira cipreste; […] faça-a com 135 m de comprimento, 22 m de largura e 13,5 m de altura. Faça-lhe um teto com um vão de 45 cm entre o teto e o corpo da arca. Coloque uma porta lateral na arca e faça um andar superior, um médio e um inferior” Gênesis 6.14-16

Esse mesmo Deus descreveu em detalhes como deveria ser o tabernáculo (a tenda especial que serviu de templo para os judeus no deserto):

“E farão um santuário para mim e eu habitarei no meio deles. Façam tudo como eu lhe mostrar, conforme o modelo do tabernáculo e de cada utensílio” Êxodo 25.8-9

E nos capítulos seguintes de Êxodo o Grande Arquiteto determina tamanhos, materiais e acabamentos de cada elemento do seu tabernáculo. Tim tim por tim tim.

Você com certeza já olhou para um céu estrelado e não pôde contar a quantidade de estrelas. Pois o Salmo 147.4 diz que Deus “determina o número de estrelas e chama cada uma pelo nome”.

Veja o corpo humano e observe como cada coisa tem seu lugar e sua função.

Deus pensou em todos os detalhes.
Ele nos conhece por inteiro (e não superficialmente). Ele se importa.
E se buscarmos a sua orientação para cada detalhe da nossa vida Ele vai dar todas as instruções de que precisamos.

“Desvia os meus olhos das coisas inúteis, faze-me viver nos caminhos que traçaste”. Salmo 119.37

Aline Cândido