Escolha uma Página

Viramos a folhinha do calendário e fazemos planos para o ano novo. Acho importante traçar algumas metas, mas mais importante ainda é saber viver o dia de hoje. Costumo me planejar mas nos últimos anos estou aprendendo a viver cada dia intensamente. Muitos me perguntam se não tenho saudades da época em que minha filha era um bebê. E eu respondo sem dúvidas: não, não tenho. E não é porque foi uma época ruim, ou porque ela me deu muito trabalho, nada disso. Não tenho saudades simplesmente porque vivi cada dia intensamente. Me concentrei 100% no que estava fazendo. Vivi cada dia como se fosse o último. E hoje não penso nos dias que se foram – hoje eu vivo o HOJE.

Dias atrás li um texto do Pr. Chuck Swindoll que falava sobre isso. Ele dizia que a cada amanhecer chega à nossa porta um novo pacote chamado “Hoje”. E que Deus nos criou de tal forma que podemos lidar apenas com um pacote de cada vez. Por isso Jesus nos ensinou a orar “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje” (Mateus 6.11). Podemos nos preocupar e ansiar pelo dia de amanhã, mas em vão, pois “quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?” (Mateus 6.27).

Por mais que tentemos, não temos controle sobre os dias que virão. “Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua” (Provérbios 16:1).

Eu sei, eu sei, não é fácil. Quanto mais o tempo passa e nos damos conta das responsabilidades e cargas que a vida traz, mais ansiosos e preocupados ficamos. É um exercício diário voltar aos braços do Pai e nos submetermos a Ele, “lançando sobre ele as nossas ansiedades, pois Ele tem cuidado de nós” (1Pedro 5.7).

Depois de ensinar a oração do Pai Nosso, Jesus disse: “…Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal” (Mateus 6:34).

Outros versículos vieram à minha mente sobre esse mesmo assunto:

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:6-7)

“Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade!” (Lamentações 3:22-23)

Desejo um Feliz 2014 para todos, mas acima de tudo: um maravilhoso HOJE pra você!

Aline Cândido

Texto original do Pr. Chuck Swindoll: http://www.insight.org/resources/devotionals/determination.html