Escolha uma Página

Ainda no Brasil, aluguei um carrinho de bebê para a Malu pela internet. A empresa deixou o carrinho no hotel antes de eu chegar e retirou depois que fui embora. A Malu estava no limite de tamanho e peso para utilizar o carrinho. Não sei como faria se ela fosse um ano mais velha, por exemplo. Com o carrinho poderíamos andar tranquilamente com ela pra cima e pra baixo em Londres, certo? Certíssimo. Eu sabia que andaria bastante, só não sabia que teríamos tantas escadas no caminho.

Descobrimos isso no 1º dia (aliás, final de dia) em Londres.
Depois de nos instalarmos no hotel fomos de metrô até a praça Piccadilly Circus. Tem apenas uma baldiação de Paddington até Piccadilly Circus, mas é um tal de subir e descer escadas pra acessar as plataformas! Malu subia as escadas andando e eu subia carregando o carrinho… rs

É verão! Todas as ruas estão floridas

“Caixinha” de correio e símbolo do metrô de Londres

Num primeiro momento fiquei confusa com a malha do metrô, as direções dos trens e as diferentes plataformas. Mas foi só entrar no 1º trem para encontrar uma brasileira mineirinha que me explicou como “ler” o mapa.

Pra quem só conhece a malha do metrô de São Paulo, a malha de Londres assusta de tão grande!

Esse é o Oyster. Ele funciona como o bilhete único de São Paulo.
Pagamos um valor único para andar de metrô e ônibus durante 1 semana em Londres.
A Piccadilly Circus é um ponto central em Londres de onde saem quatro ruas para outros pontos turísticos concorridos. No centro tem a estátua de Eros (feita toda de alumínio) e todo mundo fica sentado na escadaria tirando fotos.

É lá também que tem painéis luminosos de publicidade. Antigamente os painéis eram de néon, hoje são digitais.
 
No caminho de Piccadilly Circus para Leicester Square fica a loja da M&Ms, a maior loja de doces do mundo.

É o paraíso das crianças e dos chocólatras.


Chelsea Baby Hire (aluguel de carrinho de bebê e outros)
www.chelseababyhire.com