Escolha uma Página

Na manhã seguinte fomos até o Palácio de Buckingham, onde mora a rainha imortal. Nessa época a troca da guarda acontece em dias ímpares e nós (+ a torcida do Corinthians) podemos ver o espetáculo de perto. Isso se você chegar bem cedo e conquistar um bom lugar. Dizem que a melhor visão tem quem fica em cima do monumento da Rainha Vitoria (em frente ao palácio), mas quando chegamos já havia gente por toda parte.

Descendo na estação Green Park e indo em direção ao Palácio

Bonita paisagem

Eles alugam cadeiras para as pessoas aproveitarem o “verão”


As ruas são fechadas para o trânsito e em pouco tempo vemos os soldados marchando e tocando instrumentos musicais. Depois que passam passam pelo público a troca continua dentro dos portões do Palácio. Mas aí já não conseguimos ver muita coisa.

É aí que mora a Rainha… mas ela não deu as caras!
Monumento à rainha Victoria completamente tomado pela multidão

Os guardas também tem um chapéu engraçado, mas o chapéu dos soldados ganha na esquisitice

  

Parecem de brinquedo, né?!
Dentro dos portões do Palácio
Depois da troca da guarda entramos no St. Jame’s Park, que fica ali ao lado. Ele é um dos parques reais – antigamente esses parques serviam apenas para recreação da família Real, mas hoje em dia o acesso é liberado ao público. É possível encontrar pelicanos (e outras aves) e também esquilos.

Pelicanos

Aqui tem lixo especial para fezes de cachorro

Esquilo

Dentro do parque, de cima da ponte Blue Bridge temos vista para a London Eye

Uma pequena caminhada e damos de cara com o Big Ben, o Parlamento e a Abadia de Westminster. 
Big Ben e ônibus vermelho de dois andares – cartão postal de Londres
O Big Ben é grande (106 m de altura) e lindo! Mas não dá pra perceber isso pelas fotos… só ao vivo mesmo!
Desde 1859 ouvem-se as badaladas do sino de 13 toneladas
O Big Ben fica na torre do relógio do Palácio de Westminster – Casas do Parlamento (Houses of Parliament). Ele abriga mais de 1.000 salas e tem 5 km de corredores. É um prédio realmente imponente. Hoje ele é Patrimônio Mundial da Unesco. 

Abadia de Westminster – foi nessa igreja que o príncipe William casou com a Kate e é lá também que acontecem as coroações da monarquia. Ali estão sepultados William Shakespeare, Sir Isaac Newton e Charles Darwin (entre outros).
Não entramos – a visita é paga e acontece em determinados horários, já que a igreja continua em funcionamento.

A igreja é grande e não coube na minha lente… 🙁

Foi fundada em 970 d.c, mas só em 1500 o templo foi modificado e ganhou o estilo gótico que vemos hoje

Horse Guards – sede da cavalaria real britânica
 Andando mais um pouco chegamos à Trafalgar Square, centro de Londres. Aqui passam muitas linhas de ônibus, e é possível ver que os antigos double-decks convivem com os ônibus mais modernos.

Esse é o Duck Tour – uma espécie de ônibus-barco
Na praça uma coluna com o Almirante Nelson no topo e quatro leões nas bases. Em frente a ele a National Gallery, um dos museus de arte mais importantes do mundo. Ali tem obras de Leonardo da Vinci, Botticelli, Caravaggio, Raphael, Michelangelo, Monet e Van Gogh. Mas se você não curte arte, vá apenas para observar a arquitetura do prédio (por fora e por dentro). É lindíssimo e a entrada é gratuita.
National Gallery

O galo azul é obra da alemã Katharina Fritsch e ocupa uma área para trabalhos artísticos temporários
(ele fica até o início de 2015)

Olha o passarinho da cabeça da estátua

Subir nos leões ainda não é proibido, mas achei perigoso… Melhor tirar foto da Malu no chão mesmo.

E não é que ela curte ver os quadros?!

Ao lado da National Gallery tem a igreja de St. Martin in the fields

St. Martin in the fields por dentro
Caminhando mais um pouco chegamos a Covent Garden, cheia de lojinhas, pubs, restaurantes, teatros e artistas de rua
Happy hour – tomar cerveja na rua? Só se for em frente ao pub.
Entrada da Covent Garden e um artista de rua se apresentando

Última parada do dia: estação de metrô King’s Cross. Primeiro porque ela é linda, segundo porque tem a plataforma 9 3/4 do filme Harry Potter. Na história, o bruxinho e sua trupe utilizam a passagem secreta em uma parede do local para pegar o Hogwarts Express, o trem que conduz os alunos à escola de bruxaria dirigida por Albus Dumbledore.
Fala a verdade, é linda essa estação por dentro, né?

Filas de fãs pra tirar foto na Plataforma 9 3/4

No lado de fora da estação uma instalação de gaiola com balanço. Me lembrou aquela do desenho do Piu-piu.
Momento mais divertido do dia pra Malu… rs