Escolha uma Página
Hoje o dia começou no Museu de cera Madame Tussauds. O metrô mais próximo é Baker Street.
Depois dessa foto escuto um funcionário do metrô aos berros: No flash! No flash!
Agora já foi moço… desculpa aí!
Próximo à esta estação fica também o museu do Sherlock Holmes. 

“Elementar, meu caro Watson”

A francesa Madame Tussauds nasceu em 1761, aprendeu a modelar cera e com apenas 16 anos fez um modelo do escritor e filósofo Voltaire. Em conjunto com seu mentor Curtius, fez impressões das cabeças de pessoas executadas na revolução francesa. O museu de Londres possui até hoje a Câmara dos horrores, que além de trazer essas cabeças tem também modelos de assassinos e outros criminosos.

Mas o passeio começa bem light, pelo hall da fama… as figuras são tão perfeitas que dá a impressão de que a qualquer momento elas vão piscar.

O que é o máximo é que podemos tocar a escultura e interagir com ela… nada de olhar só à distância!

O processo começa com a medição do modelo. Mais de 200 medidas e fotografias de todos os ângulos são tiradas para garantir que a representação seja 100% correta.
Depois o corpo todo é modelado e esculpido em argila. A cabeça é trabalhada separadamente e pode demorar mais de 1 mês para ser concluída.
Depois um gesso é criado a partir da escultura de argila e em seguida a cera derretida é lentamente vertida no molde. O corpo é feito de fibra de vidro para garantir a durabilidade.
Os modelos são pintados com tinta a base de óleo. Cabelo humano é inserido na cera, incluindo sobrancelha e cílios. O resultado é esse: perfeito!

Cada escultura leva cerca de 4 meses para ficar pronta, envolve cerca de 20 artistas e custa 150 mil libras.
Elegância de princesa
Nem da Rainha de cera eu consegui chegar perto… tinha fila pra tirar foto com ela!

a mãe da Rainha

Essa é a própria Madame Tussaud
Pablo Picasso

Charles Dickens e Shakespeare
 Arranca a peruca dele, Malu!
A Malu queria tirar foto com todas as esculturas!

Fred Mercury
Três grandes líderes!

Olha os indianos com o Obama

Chegou pertinho do papa!

Olha a Madame Tussaud aí de novo!

 No final do passeio pegamos um “black cab” e passeamos pela história de Londres.

Só pelo tamanho do pé dá pra perceber que essa é a maior escultura do museu!

Ufa! Dá pra acabar com o cartão de memória e a bateria da câmera nesse museu! Apesar da fila e da multidão que estava lá dentro, valeu a pena!
Saindo de lá demos um pulinho na loja oficial dos Beatles (London Beatles Store). Fica bem próximo ao museu do Sherlock Holmes.

 
A loja é relativamente pequena, mas tem de tudo! Pra quem é fã, vale a pena!
E enquanto fazíamos compras, a Malu fez amizade com a Salasa, essa jovem japonesa. 

E viva a globalização!

Próximo ao museu Madame Tussaud, pegamos um ônibus pra fazer um city tour pela cidade. 
Ok, deveríamos ter feito isso no primeiro dia, é verdade, mas pra nós serviu não só como meio de conhecer a cidade, mas também como transporte, pois é possível descer e subir do ônibus em mais de 40 pontos. 
Cada um recebe um fone de ouvido e escolhe o idioma em que quer ouvir as informações. Pra nós tem português de Portugal, ora pois!

Hora de descansar os pés, ver (ou rever) alguns pontos turísticos.
Her Majesty Theatre

National Gallery

O galo azul e o Almirante Nelson

Como entreter uma criança durante o city tour? Papel, caneta e adesivos!

The HouseHold Cavalry

10 Downing Street – residência do primeiro ministro do Reino Unido

Claro, o city tour passa pelo Big, big, extra big Ben!

St. Paul’s Cathedral – onde o príncipe Charles casou com Lady Di

Millennium Bridge e Tate Modern Museum
London Eye e City Hall
Comprando o ingresso para o city tour (de ônibus), ganhamos um passeio de barco pelo Rio Tâmisa.
Embarcamos próximo à London Eye e fomos pelo Rio até a Tower Bridge.

Tate Modern Museum

Millennium Bridge

Tower Bridge
Tower of London, agora vista de dentro do rio Tâmisa
 Estou absolutamente encantada com essa instalação das papoulas ao redor da Tower of London (falei dela aqui)

De lá pegamos o ônibus do city tour para voltar pra “casa”.

Que charme esse vermelhinho!

E depois de rodar um pouquinho, passamos outra vez pelo Big Ben, Parlamento…

Abadia de Westminster
Terminamos o dia no gigantesco Hyde Park! Para conhecer o parque vale a pena alugar uma bicicleta! Caminhamos (muuuuito) em busca do playground da Princesa Diana ou do Kensington Palace (onde ela morou e atualmente moram Kate e William), mas o parque é muito extenso, e nossas pernas pediram descanso antes que chegássemos lá.

Ficamos pelos jardins italianos mesmo!

Em Londres vi alguns bancos como esse – quando uma pessoa morre, a família homenageia o falecido doando um banco para a cidade/parque. Boa ideia, não acham?

Museu de cera Madame Tussauds
http://www.madametussauds.com/london/

London Beatles Store
http://www.beatlesstorelondon.co.uk/

City tour – Big Bus Tour
http://eng.bigbustours.com/international/home.html