Escolha uma Página
https://www.flickr.com/photos/86603835@N00/24618664/
Há alguns dias ouvi uma brasileira que mora no Oriente Médio falar sobre as crianças do seu convívio. Ela disse que é muito difícil as crianças de lá sorrirem. Elas não entendem tudo o que está acontecendo ao seu redor, mas sentem tudo! Refugiadas, perderam seus lares, seus brinquedos, sua infância, algumas perderam saúde… perderam a capacidade de sorrir, de se alegrar!
Essas palavras me tocaram profundamente e estão até agora perturbando meu sono.
Tenho uma filha de 6 anos e não consigo imaginá-la sem o seu sorriso! Aliás, ele é sua marca pessoal desde muito pequena. Cheguei até a fazer um álbum só de fotos sorridentes. Quando ouvi sobre as crianças que dificilmente sorriem, a comparação com ela foi imediata.
Do outro lado do mundo, por aqui, também conhecemos gente que apesar de ter uma vida boa em vários aspectos, vive sem alegria. Pensando nisso tudo, lembrei-me de várias passagens da bíblia sobre ALEGRIA. Você lembra de alguma?
Lembrei especialmente de Atos 16, quando Paulo e Silas foram presos injustamente, tiveram suas roupas arrancadas, foram chicoteados, lançados numa prisão fétida, escura, sombria e à meia noite estavam cantando louvores a Deus, com uma alegria que não dependia daquelas circunstâncias.
Essa alegria meio fora de hora parece loucura e só pode ser explicada com base numa mente transformada por Deus. Só consegue se alegrar apesar das circunstâncias desfavoráveis quem escolhe ter a mente focada em Deus.
Muitos são os ladrões da alegria (pessoas, situações, preocupações com o futuro…), porém Jesus tem pra nós uma alegria milagrosa, preenchedora, suprema e inabalável.

“Vocês ficarão cheios de alegria, e ninguém poderá tirar essa alegria de vocês” (João 16.22).

Se ainda não a experimentamos talvez estejamos procurando alegria nos lugares errados. A alegria verdadeira é encontrada apenas em um lugar: “A tua presença me enche de alegria e me traz felicidade para sempre” (Salmo 16.11). Para experimentar essa alegria é preciso passar tempo com o Senhor.
Mas o que aconteceu com Paulo e Silas na prisão? Enquanto oravam e cantavam hinos a Deus houve um terremoto tão violento que os alicerces da prisão foram abalados. As portas se abriram, as correntes todas se soltaram. (Atos 16.26)
Você já parou pra pensar que a alegria de Deus pode te libertar das “prisões” que você vive? Quando escolhemos focar em Deus a despeito das circunstâncias Ele pode responder abalando nossas estruturas e nos libertando.
Ocorreu também uma transformação na vida do carcereiro. Ele e sua família creram, foram batizados, cuidaram de Paulo e Silas e diz a bíblia que “com todos os de sua casa, alegrou-se muito por haver crido em Deus”. (Atos 16.34).
Então a alegria de Deus além de transformar nossa vida pode transformar a vida das pessoas ao nosso redor? Parece que sim!
Dito isso, peço a Deus que me ajude a ter a mente focada nEle para que eu possa experimentar essa alegria verdadeira tão presente na bíblia! Peço por mim mas também pelas crianças que citei no começo do texto. Que voltem a sorrir e experimentem a alegria de Deus!

 

E você, já experimentou essa alegria?
 
Aline Cândido
 
Foto by Bjorn – https://www.flickr.com/photos/jbird/